sexta-feira, 13 de julho de 2018

O Rock não está estagnado, não respira por aparelhos e não precisa de ajuda

"Quem está estagnado, respira por aparelhos e precisa de ajuda é o ouvinte de rock, que ao que tudo indica perdeu a curiosidade e a fome de descobrir novos sons".

É isso mesmo, quero compartilhar com vocês esse texto do site Collectors Room escrito por


Não, ele não morreu. O que morreu foi a capacidade dos ouvintes de rock de irem atrás de bandas além de sua zona de conforto. O que morreu foi a curiosidade que fazia com que, anos atrás, ficássemos loucos atrás de um disco de uma banda nova que havíamos acabado de descobrir. O que morreu foi a inquietude do ouvinte de rock, hoje cada vez mais confortável em sua zona de conforto repleta de Led Zeppelins, Deep Purples, Stones, Black Sabbaths, Pink Floyds, Metallicas e as mesmas coisas de sempre.

Essas bandas foram seminais, ninguém discute isso. Mas o que precisa ser discutido é a preguiça e a acomodação do fã de rock, características essas que geram afirmações preguiçosas e repletas de preconceito como o tal “o rock morreu”.

Deixa eu contar uma coisa pra vocês: ele não só segue vivo, mas como anda muito bem das pernas. De 2000 para cá, inúmeras novas bandas surgiram no estilo, trazendo abordagens e sonoridades bastante interessantes, criativas e cativantes. 

O rock não está estagnado, não respira por aparelhos e não precisa de ajuda. Quem está estagnado, respira por aparelhos e precisa de ajuda é o ouvinte de rock, que ao que tudo indica perdeu a curiosidade e a fome de descobrir novos sons.

Neste Dia Mundial do Rock não vai ter post especial aqui na Collectors Room. Não precisa: a gente fala de rock todos os dias. Mas, pra ajudar a tirar a teia de aranha da orelha e pra limpar o mofo do ouvido, trouxemos um presentinho pra você: uma playlist com 50 bandas, 50 canções e 50 motivos que provam que o rock está vivo, passa bem e manda aquele abraço para todos. 

É isso. No Dia Mundial do Rock, a dica é uma só: tem muita coisa boa sendo produzida hoje em dia. Azar de quem está perdendo tempo em não ouvir.

terça-feira, 6 de março de 2018

Esclarecimento

Há alguns dias lançamos uma campanha no site Kickante (https://www.kickante.com.br/campanhas/nova-plataforma-radio-rock-online) para a nova Plataforma Rock OnLine. Desde 2015 o site opera no formato BLOGGER, devido à crise daquele ano e também às taxas abusivas cobradas pelo ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição).

Pois bem; a Rock OnLine surgiu em agosto de 2011, sempre apoiando as bandas independentes e os eventos da nossa região, só pra lembrar que estamos no interior de São Paulo, em uma cidade com pouco mais de 50.000 habitantes.

A intenção da campanha é voltar a transmitir em tempo REAL, com qualidade e novo layout, mas pelo jeito isso não será possível. Faltando praticamente 30 dias para o fim, arrecadamos 3% do valor para o pontapé inicial. Lamentável realmente.

Só nos resta aguardar para saber o futuro do site. Enviamos vários e-mails às bandas que apoiamos, não obtendo resposta alguma, mas tudo isso serve de lição. Como responsável pelo site vou repensar se realmente vale a pena tanta dedicação e trabalho em nome do Rock. Independente disso vou continuar acompanhando e curtindo a cena (só que agora da minha casa), vi que realmente na hora do VAMOS VER poucos apoiam, mas muitos criticam, é bem a cara da cena Rock and Roll mesmo.

Para finalizar vou deixar mais uma vez o link da campanha:


Quem sabe um dia a gente volta...

Gustavo Troiano

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Jimi Hendrix: boletim de registro da prisão em 1969 irá a leilão


O boletim de registro da prisão de Jimi Hendrix em Toronto, Canadá, dia 3 de maio de 1969, irá a leilão. A folha contém as impressões digitais e assinatura do músico, que foi pego no aeroporto com heroína e haxixe em sua bagagem. As ofertas acontecerão dia 8 de março, em Boston.

FONTE: Van do Halen

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Estudo afirma que ouvir Metal é benéfico para cérebro humano


Um estudo da Universidade da Austrália, publicado em uma edição recente do Jornal da Comunidade de Psicologia, sugere que os fãs de Metal são calmos — oposto do que é dito pelo o senso comum. A descoberta foi apontada pela versão australiana da Noisey.

Escrito pelos psicólogos australianos Paula Rowe e Bernard Guerin, a pesquisa intitulada “Contextualizing the Mental Health of Metal Youth: A Community for Social Protection, Identity, and Musical Empowerment” (“Contextualizando a Saúde Mental da Juventude do Metal: Uma Comunidade para Proteção Social, Identidade e Empoderamento Musical”, em tradução livre) teve 28 fãs de Metal da Austrália entrevistados, sendo 23 homens e cinco mulheres. Baseados nas discussões, os pesquisadores descobriram que a identidade metaleira e a comunidade da música os ajudaram a prevenir problemas de saúde mental.

Na pesquisa, Rowe e Guerin apontaram quatro fatores que conectam o perfil mental dos entrevistados: sofrer bullying na escola; sentir que a música ajudava a diminuir a raiva; ter um sentimento de comunidade, online ou offline; dizer que as identidades metaleiras os ajudavam a afastar os problemas e a se conectar com outros fãs.

Na conclusão, disseram: “Ao falar repetida e diretamente com jovens fãs de metal, foi descoberto que as identidades musicais os ajudam a superar o estresse de ambientes desafiadores e a construir personalidades e comunidades fortes, o que diminui o potencial de desenvolvimento de problemas mentais.”

Apesar da amostra utilizada por Rowe e Guerin ser pequena e, por isso, o estudo não poder ser classificado como “definitivo”, é um bom sinal para os fãs de Metal.

FONTE: Wikimetal

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Paradise Lost em Limeira-SP


VALOR PRIMEIRO LOTE (CONVITE – MEIA-ENTRADA/PROMOCIONAL/ESTUDANTE) = R$ 99,00

Obs. CASO NÃO SEJA ESTUDANTE, LEVAR 1 KG DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL.

LOCAL
Bar da Montanha, Av. Laranjeiras, 2601 Pq. Egisto Ragazzo Limeira SP, Limeira-SP

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Iron Maiden: Steve Harris fala sobre Glenn Tipton e aposentadoria


Em entrevista para Eddie Trunk na SiriusXM's, o líder do Iron Maiden, Steve Harris, comentou o anúncio do Judas Priest sobre o afastamento de Glen Tipton, diagnosticado com Mal de Parkinson. Segundo Harris, "é realmente triste" a atual situação do guitarrista de 70 anos.

"Glen veio nos ver em um show do British Lion alguns anos atrás em Birmingham e conversamos bastante. Pra ser honesto, ele me pareceu muito bem, mas acho que ele deve ter passado por altos e baixos ao longo dos anos e provavelmente chegou a um ponto agora em que ele realmente não pode continuar, o que é muito triste. Talvez ele esteja... não sei se ele ainda vai estar tocando (com a banda novamente). Ele indicou que poderia tocar algumas músicas aqui e ali.", comentou Steve Harris.

O baixista também falou sobre a longevidade do Iron Maiden e reforçou que a aposentadoria não está nos planos da banda. Questionado se ele imaginou o sucesso que o Maiden faria quando formou a banda há mais de quarenta anos, o músico respondeu:

"Não, de forma alguma. Não se pensa a respeito disso no inicio. Você só pensa no próximo álbum e na próxima turnê. Então, é realmente dessa maneira que continuamos prosseguindo. Eu tenho me feito essa pergunta durante os últimos vinte anos: 'Por quanto tempo você vai continuar?'. Bem, a resposta eu não sei. Vamos continuar o máximo de tempo que conseguirmos. Nos dias de hoje, eu suponho, você tem que olhar para a saúde de todos e há coisas que podem estar fora do nosso alcance e que podem determinar se nós continuamos ou não. Mas se pudermos fisicamente continuar, vamos continuar ainda por um longo tempo."

FONTE:  Igor Soares

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Ouça "Hear My Train a Comin" música inédita de Hendrix


“Hear My Train A Comin’” é a segunda faixa divulgada do disco Both Sides of the Sky, sendo a primeira um cover de “Mannish Boy” do Muddy Waters.  O trabalho será lançado no dia 09 de Março pela Sony Legacy Recordings em diversos formatos: CD, digital e um vinil duplo de 180 gramas. Confira o som abaixo:

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Whiplash apoiando a campanha Rock OnLine


O maior site de Rock do Brasil, o Whiplash divulgou uma nota sobre nossa campanha para mudança da plataforma Rock OnLine.

Isso nos enche de orgulho, pois o Whiplash iniciou suas atividades em 1996 e recebe e disponibiliza online resenhas feitas por seus usuários. O site também é considerado o primeiro de rock do Brasil a permitir que usuários postem comentários sobre cada matéria publicada. 

Só temos que agradecer ao fundador João Paulo Andrade pela força, e que o Whiplash continue levando para todos os amantes do Rock as informações sempre em tempo real além de muitas curiosidades.

E você que está lendo essa matéria, faça sua parte, colabore conosco, acesse:


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Guitarrista Glenn Tipton revelou ser portador do Mal de Parkinson


A doença foi detectada em seus estágios iniciais dez anos atrás. Porém, agora já está em uma etapa avançada, que o impede de realizar algumas atividades. Com isso, o músico fará apenas participações especiais na próxima turnê do Judas Priest. Andy Sneap, produtor do novo álbum do grupo, Firepower, assumirá a função. Na última semana, o baterista Pat Torpey (Mr. Big), faleceu em decorrência do problema. Glenn tem 70 anos.

FONTE: Van do Halen

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Mr. Big: morre o baterista Pat Torpey


Ele tinha 58 anos e vinha lutando contra o Mal de Parkinson. O músico seguia na ativa com a banda até o ano passado, quando foi lançado o álbum Defying Gravity. Nas turnês, Pat vinha tocando percussão, enquanto Matt Starr respondia pelo kit.

FONTE: Van do Halen

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Ozzy Osbourne: turnê de despedida se chamará No More Tours 2


Ozzy Osbourne confirmou que sua nova turnê de despedida se chamará No More Tours 2 - alusão à primeira última excursão, realizada em 1992. A parte americana terá o Stone Sour como banda de abertura.

FONTE: Van do Halen

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Colabore com a Rock OnLine

A hora é agora! Contribua com nova plataforma Rádio Rock OnLine

A "Rádio Rock OnLine" surgiu em agosto de 2011 com a proposta de levar o melhor do Rock de todos os tempos com qualidade HD a seus ouvintes além da cobertura de shows e eventos em todo o interior de São Paulo. Localizada em Taquaritinga-SP ficou no AR até 2015 transmitindo sua programação AOVIVO, mas devido a crise daquele ano precisou mudar drasticamente seu formato. No final de 2015 passou para o formato BLOGGER apenas para divulgação de notícias e eventos, e os poucos patrocinadores que tem são apenas para custear as viagens para a cobertura de eventos undergrounds. Agora temos um sonho de voltar com a Rádio transmitindo em tempo real, com baixo custo e QUALIDADE incrível. Divulgar as Bandas Independentes sempre foi nosso alvo. Acesse e contribua:

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Alice Cooper sofre acidente de carro nos Estados Unidos


O vocalista Alice Cooper se envolveu em um acidente de carro, na última quinta-feira (1°), em Phoenix (EUA). Ninguém se feriu durante a colisão, segundo o próprio vocalista.

"Sofri um acidente de carro em Phoenix, mas, por sorte, todos saíram sem ferimentos. Muito grato por isso e à Dodge, por construir uma Challenger tão robusta!", afirmou Cooper, pelo Twitter.

FONTE:  Igor Miranda

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Guitarrista revela ter duas músicas inéditas dos tempos que trabalhou com Dio


O guitarrista Rowan Robertson revelou ao The Metal Voice possuir duas músicas inéditas dos tempos que trabalhou com Ronnie James Dio. Elas foram gravadas durante as sessões para o álbum Lock Up The Wolves, de 1990. Porém, o músico deixou claro que não lançará sem autorização de Wendy Dio. 

FONTE: Van do Halen

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Judas Priest lançará Firepower também em K7

Além do CD, LP e formatos digitais, Judas Priest lançará Firepower em K7. A fitinha custa 58 reais e está disponível exclusivamente neste link: https://www.pledgemusic.com/projects/judas-priest

FONTE: Van do Halen

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Confira o novo clipe do Megadeth



"Lying In State" foi filmado em São Paulo, com o diretor Leo Liberti. A música faz parte do álbum Dystopia.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Anthrax: confira vídeo ao vivo de "Caught In A Mosh" do novo DVD

o Anthrax anunciou o lançamento de seu novo DVD, intitulado Kings Among Scotland, para o dia 27 de abril via Nuclear Blast.

O registro foi produzido, dirigido, filmado e editado pela Film24Productions, empresa de Paul M. Green (Opeth, The Damned), com um total de 17 câmeras. 

O vídeo oficial da música "Caught In A Mosh" pode ser conferido mais abaixo.


FONTE: Roadie Crew

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Machine Head sofre acidente na estrada e compartilha vídeo


No último sábado, 27, o Machine Head se apresentou em Albuquerque, Novo México e após o show sofreu um acidente na estrada.

Durante a madrugada, o ônibus da banda bateu em um caminhão que perdeu sua saída e cruzou a pista de modo desesperado a fim de consertar seu erro.

A banda compartilhou o vídeo com as imagens do acidente que mostra uma batida fraca, porém os eles relataram um grande susto que resultou em janelas quebradas. Todos passam bem.

O Machine Head iniciou sua turnê para divulgar o novo disco Catharsis que foi lançado no dia 26 de Janeiro pela Nuclear Blast. Clique AQUI e confira.

FONTE: Wikimetal

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Em 29/01/1979: Emerson, Lake & Palmer encerra as atividades


Em 29/01/1979: Emerson, Lake & Palmer encerra atividades após uma turnê pelos EUA considerada por eles como "desastrosa", tanto em termos de público quanto de perfomances.

FONTE: Whiplash

domingo, 28 de janeiro de 2018

W.A.S.P. lança novo clipe para 'Chainsaw Charlie'


O W.A.S.P. divulgou um videoclipe para a nova versão da música "Chainsaw Charlie (Murders In The New Morgue)".

A regravação faz parte de "Re-Idolized (The Soundtrack To The Crimson Idol)", um relançamento do álbum "The Crimson Idol" (1992) que incluirá quatro músicas que ficaram de fora do registro original e um DVD ou Blu-Ray com o filme homônimo ao disco, que seria divulgado na época, mas acabou engavetado.

"Re-Idolized (The Soundtrack To The Crimson Idol)" será lançado no dia 2 de fevereiro. Assista, abaixo, ao clipe da regravação de "Chainsaw Charlie".


FONTE: Igor Miranda

sábado, 27 de janeiro de 2018

Slayer: "Não, não haverá outro disco de estúdio"


Jimmy Kay, do programa canadense The Metal Voice, conduziu uma entrevista com o guitarrista Gary Holt (SLAYER e EXODUS) durante a cerimônia de nomeação ao Hall Of Heavy Metal History em Anaheim, California/EUA.

Quando perguntado sobre o anúncio de que o SLAYER estaria embarcando na sua “última” turnê mundial, Holt disse: “Meu nome do meio é 'sem comentários'. Vejo vocês nos shows. Sério, sem comentários”.

Depois que Kay sugeriu que os membros do SLAYER poderiam reconsiderar de se aposentarem da estrada, similar ao SCORPIONS que mudou de ideia depois do anúncio em 2010 em que terminariam sua carreira, mas logo seguiu com uma turnê de despedida de três anos, Holt disse: “Nããããão. Qual é! Mas eu amo os SCORPIONS. Espero que (sua turnê) nunca termine”.

“Nós estamos preparando isso”, continuou. “As datas da turnê foram anunciadas. A turnê é imensa. Será incrível. E estou honrado e orgulhoso de ser parte disso. E nós vamos fazer disso algo para as pessoas se lembrarem. Será épico.”

Pressionado sobre se haverá um disco final do SLAYER para completar a decisão da banda de parar de excursionar, Holt disse: “Não. Não, não há novo álbum. E eu diria que isso é não. Mas meu nome é Gary 'sem comentários' Holt hoje. Eu não sei de nada. Você viu as datas, viu o material de divulgação. Venha e celebre a poderosa história do SLAYER a qual eu tive sorte de fazer parte pelos últimos sete anos. Tem sido incrível, tem sido notável e nós vamos terminar isso de uma forma violentamente gloriosa”.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Lynyrd Skynyrd anuncia Turnê de despedida


A lendária banda Lynyrd Skynyrd fará sua última turnê, intitulada “Last Of The Street Survivores Farewell Tour”. A série de shows começará no dia 04 de Maio, nos Estados Unidos. Os ingressos começarão a ser vendidos no dia 02 de fevereiro, pela LiveNation.com.

Gary Rossington, fundador da banda disse que: “É difícil imaginar, depois de todos esses anos, a banda que Ronnie Van Zant, Allen Collins e eu começamos, resistiu por tanto tempo e por tantas gerações de fãs.”

O vocalista Johnny Van Zant adicionou que: “Nós fomos abençoados por essas ótimas músicas e as mensagens que elas carregam para os fãs. Foi uma verdadeira honra tentar preender os passos do meu irmão nos últimos 31 anos, mantendo viva a música e o espírito dele vivos”

FONTE: Wikimetal

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Casa de show americana irá proibir celulares para uma experiência “100% humana”


O Revention Music Center em Houston, Texas, anunciou que irá proibir a entrada de celulares no espaço para impedir que as pessoas gravem e tirem fotos do show.

Eles revelaram que a medida será executada no dia 01 de Março durante a apresentação do cantor Jack White.

Os fãs terão que deixar seus celulares na entrada em um local seguro que ficará trancado durante todo o show, podendo ser destrancado apenas por um funcionário da casa.

Em um comunicado, eles explicam: “Atenção: Este é um show sem celulares. Não será permitida entrada com máquinas fotográficas ou filmadoras. Nós achamos que você vai se divertir tirando o olho das telas por um tempo e experimentando a música e nosso amor por ela como PESSOAS”.

Eles completam dizendo: “Repostem nossas fotos e vídeos quanto quiserem, e aproveitem uma experiência livre de celulares e 100% humana”.

O problema do uso excessivo de celulares durante os shows tem causado uma certa confusão entre fãs e seus ídolos. Corey Taylor, frontman das bandas Slipknot e Stone Sour, é um dos artistas que mais se posiciona sobre o assunto.

FONTE: Wikimetal

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Confira 350 bateristas tocando "Heaven and Hell" do Black Sabbath

A Orquestra de Baterias de Florianópolis bateu o recorde Latino Americano de bateristas tocando juntos ao ar livre.  O evento começou em 2013, contando com apenas 34 músicos, e na sua última edição em 2017 foram 350 bateristas.

No repertório, um dos maiores clássicos do Black Sabbath na era Dio, “Heaven And Hell”.

O evento faz parte da Maratona Cultural de Florianópolis, com a realização do Instituto Maratona e patrocínio do Edital Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura, Fundação Catarinense de Cultura, Funcultural e Governo de Santa Catarina.

Ronnie James Dio foi integrante do Rainbow e entrou para o Black Sabbath em 1979, onde permaneceu até 1982, gravando dois álbuns de estúdio: Heaven And Hell e Mob Rules. Anos depois,  voltou a banda e lançou o álbum Dehumanizer.
Dio foi diagnosticado com câncer de estômago em 2009 e morreu no dia 16 de Maio de 2010.

Assista abaixo o vídeo da música “Heaven And Hell”, do Black Sabbath:


FONTE: Wikimetal

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Saxon divulga música inspirada no Motörhead

“They Play Rock and Roll” faz parte do novo álbum do Saxon, Thunderbolt, que será lançado dia 2 de fevereiro e foi produzido por Andy Sneap. O disco é o sucessor de Battering Ram (2015).

A música é inspirada no Motörhead e usa em seu título uma citação à frase que Lemmy usava quando se comunicava com a plateia nos shows do lendário trio.

Assista ao lyric video de “They Play Rock and Roll” abaixo:


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Dave Holland, ex-baterista do Trapeze e do Judas Priest, morre aos 69 anos


O ex-baterista do Trapeze e do Judas Priest, Dave Holland, faleceu aos 69 anos. A causa da morte ainda não foi revelada.

Holland integrou o Trapeze ao lado de Glenn Hughes e Mel Galley no início da década de 1970, gravando clássicos como Medusa (1970) e também o primeiro álbum solo de Hughes, Play Me Out (1977). Em 1980 entrou no Judas Priest e passou quase uma década como baterista da lendária banda inglesa, participando de discos emblemáticos como British Steel (1980), Screaming for Vengeance (1982) e Defenders of the Faith (1984).

domingo, 21 de janeiro de 2018

Laudo médico aponta que Tom Petty morreu de overdose


Tom Petty, fundador do Tom Petty and the Heartbreakers, foi encontrado inconsciente no dia 2 de outubro em sua casa e faleceu pouco depois, aos 66 anos.

No início, sua morte foi dada devido a um infarto, porém o laudo médico aponta que ele veio a óbito por causa de uma overdose de remédios. Tom sofria de fortes dores referente a uma fratura no quadril que se agravou devido a uma séries de shows que ele se recusou a cancelar.

Famoso por integrar o The Heartbreakers, Tom também tocou no Traveling Wilburys, ao lado de George Harrison, Jeff Lynne, Roy Orbison e Bob Dylan.

FONTE: Wikimetal

sábado, 20 de janeiro de 2018

Alex Lifeson confirma: o Rush acabou


Em entrevista ao The Global and Mail, o guitarrista Alex Lifeson confirmou aquilo que todo mundo já sabe: o Rush acabou. Enquanto Lifeson e Geddy Lee querem seguir adiante, o baterista Neil Peart não deseja retornar à estrada e nem aos estúdios de gravação, o que levou ao fim de um dos maiores trios da história do rock.

Nas palavras de Alex Lifeson: “Faz pouco mais de dois anos que o Rush saiu em turnê pela última vez. Não temos planos de excursionar ou gravar novamente. Estamos basicamente satisfeitos com tudo que fizemos. Depois de 41 anos, sentimos que foi o suficiente”.

Na mesma matéria, Lifeson também fala sobre o que está fazendo atualmente e os seus planos para o futuro. A matéria completa pode ser lida AQUI.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Armored Saint vem pela primeira vez ao Brasil


O Show único acontece dia 3 de junho, em São Paulo, no Fabrique. Nos próximos dias serão divulgadas as demais datas da América do Sul. A formação da banda traz John Bush nos vocais, Joey Vera (baixo, e também integrante do Fates Warning), Phil Sandoval (guitarra), Jeff Duncan (guitarra) e Gonzo Sandoval (bateria), só não podemos dizer que é totalmente a formação original, pois Jeff substituiu Dave Prichard em 1989, já que Dave teve leucemia e faleceu no ano seguinte. Os demais são membros desde a fundação.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Jimi Hendrix: ouça versão inédita de “Mannish Boy”, clássico de Muddy Waters


Um dos atrativos de Both Sides of the Sky, compilação de material inédito de Jimi Hendrix que será lançada em 9 de março, é a versão para “Mannish Boy”, um dos maiores clássicos de Muddy Waters.

Hendrix, como de hábito, desconstrói a música e insere muito mais groove, além de brilhar na guitarra, como esperado.

A gravação conta com Billy Cox no baixo e Buddy Miles na bateria, o trio que ficou conhecida como Band of Gypsys e gravou o disco homônimo lançado em 1970. A produção é de Eddie Kramer.


terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Em 16/01/1993 o Nirvana fazia um show catastrófico no Brasil


“A primeira vez realmente a gente nunca esquece.” Frase clichê, porém resume todo o sentimento e expectativa que geraram quando foi anunciado em novembro de 1992 que o Nirvana viria ao Brasil pela primeira vez para tocar no extinto festival Hollywood Rock, no dia 16 de janeiro de 1993 em São Paulo, e uma semana depois no Rio de Janeiro, vinte e cinco anos atrás.

O Nirvana estava no seu auge com o disco “Nevermind” e, consequentemente, Kurt Cobain já não batia muito bem das ideias. O Festival reuniu a nata da música alternativa naquele momento, com o Alice in Chains e Red Hot Chili Peppers na primeira noite, Nirvana e a banda feminina L7, que até então era uma surpresa para o público, e o Simply Red na terceira e última noite. Os fãs do Nirvana estavam na expectativa de um show apoteótico e inesquecível, e de fato, de certa forma receberam isso.

A apresentação, que por muitos é retratada como um show de horrores e a pior da banda, ficou marcada pelo descontentamento do grupo e a impressão de que passavam ao público de que não queriam estar ali. Um Kurt Cobain, mais alterado que o normal, abriu o show sem nenhum momento de simpatia com a plateia que aguardou intensamente pela apresentação no Morumbi. O vocalista começou o espetáculo da pior forma possível, já alertando que o que viria por vir naquela noite poderia não agradar a todos.

A forma lenta com que foi tocada a faixa “School” e as outras seguintes alertou que seria uma apresentação imprevisível. Dentre as decepções; instrumentos desafinados, surtos de Cobain, improvisações sem nexo vistas pelo público e covers mal executados. E nem a participação de Flea em “Smell Like Teen’s Spirit”, substituindo o aclamado solo de guitarra por um solo de trompete serviu para impressionar. O descontentamento com o show era visível e antes que terminasse o público já ensaiava algumas vaias e se dirigia para os portões de saída rumo a suas casas.

Segundo João Gordo, vocalista do Ratos de Porão, que anunciou a banda como “A melhor banda underground do mundo”, antes que subissem ao palco, a culpa por aquela noite catastrófica foi dele. “Eles estavam de saco cheio da vida, dos 20 milhões de dólares que tinham ganhado, estavam odiando tudo, aquele auê e a bajulação em cima deles. E aí falamos para eles que aquele era um festival capitalista, de uma marca de cigarro, e aí eles começaram a zoeira. Se o show foi uma bosta, foi por minha culpa e dos meus amigos”, disse ao portal UOL.

No show seguinte, no Sambódromo do Rio de Janeiro, a banda pareceu soar um pouco mais coesa quanto à execução das músicas. Mas Kurt agiu de forma depravada ao cuspir nas câmeras da TV Globo que transmitia o evento ao vivo, simular masturbação e tentou destruir os equipamentos do palco. Algumas cenas da apresentação podem ser vistas no documentário “Live! Tonight! Sold Out!!”

Para muitos, a vinda do Nirvana ao Brasil foi uma decepção. Para outros, foi o retrato mais real que se podia esperar do trio ao vivo. Afinal, é disso que o rock é feito. Rebeldia, irreverência. Foram noites imprevisíveis que ficaram para a história.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

The Cranberries: morre a vocalista Dolores O'Riordan


Ela tinha 46 anos e sofreu um mal súbito em Londres, onde estava para gravações. Deixa 3 filhos. A banda irlandesa vendeu mais de 40 milhões de álbuns em todo o mundo, tendo emplacado quatro discos nos Top 20 americano e britânico. Something Else, trabalho mais recente, saiu em 2017.

FONTE: Van do Halen

33 anos: em 1985 a primeira noite do AC/DC e Scorpions no Rock In Rio


Em 15 de janeiro de 1985 ocorreu o quinto dia de shows no Rock in Rio. No mesmo dia estava acontecendo a eleição civil entre Tancredo Neves e Paulo Maluf. Nesse dia, a maioria dos presentes desfilavam com bandeiras do Brasil pela Cidade do Rock e gritavam o nome de Tancredo sem parar. Os artistas nacionais do dia também não ficaram de fora dessa festa, como Kid Abelha e Os Aboboras Selvagens (assim era chamada a banda na época), Eduardo Dusek e o Barão Vermelho.

Para variar, os chamados "metaleiros" (fãs de heavy para a imprensa brasileira) voltam a chamar atenção da midia assim como aconteceu no primeiro dia do evento. Eles estavam lá para assistirem a primeira apresentação em território brasileiro das bandas Scorpions e AC/DC, além de terem trazido de volta para a Cidade do Rock as tão comentadas vaias para os artistas nacionais destiladas no primeiro dia. O grupo da vocalista Paula Toller abriu os trabalhos do dia subindo no palco carregando uma bandeira do Brasil e exaltando Tancredo Neves, além de terem enfretando as vaias (e dizem que até pedradas) e também o excesso de estrelismo do seu baterista na época, que decidiu iniciar um solo de bateria após a banda se despedir do publico. Ele foi retirado do palco sendo carregando pelos próprios integrantes.

Eduardo Dusek também passou pela mesma saia justa no palco ao ser vaiado pelos headbangers. As vaias e as pedradas renderam no dia seguinte um protesto de Herbert Vianna contra o ato durante o show do seu Paralamas do Sucesso no festival, dizendo: "Em vez de jogar pedra, fiquem em casa aprendendo a tocar guitarra e quem sabe um dia vocês não taum aqui em cima?"

O Barão Vermelho foi aliviado das vaias do publico e fez um antológico show. O grupo liderado por Cazuza tava vivendo o melhor periodo da carreira através da boa vendagem do disco Maior Abandonado (1984). Referências à eleição não faltaram com bandeirinhas nos instrumentos, além do guitarrista Roberto Frejat ter se apresentado com uma calça verde e uma camisa amarela. Antes de entrar o solo de guitarra em "Pro Dia Nascer Feliz" (música que encerrou o show do Barão) Cazuza soltou uma das frases mais memoraveis do festival: "Que o dia nasça lindo pra todo mundo amanhã. Um Brasil novo e com a rapaziada esperta!". No final, o mesmo Cazuza se despediu com uma bandeira do Brasil enrolada no corpo e nos bastidores ele exaltou os headbangers com "Esses metaleiros são da pesada" em entrevista à jornalista Leila Cordeiro da TV Globo.

Após a apresentação do Barão Vermelho, chega a vez da parte estrangeira do dia e o primeiro a subir no palco foi o Scorpions, que entrou através de um elevador que estava abaixo da bateria de Herman Rarebell (baterista do Scorpions na época) e abriram com "Coming Home". A banda alemã estava na turnê do disco "Love At First Sting" (1984) e que renderia o album duplo ao vivo "World Wide Live", editado em Junho de 85. Nesse dia, Klaus Meine pegou uma bandeira do Brasil e resolveu tremulá-la, levando a plateia ao delirio após a execução de "Make It Real". Outro grando momento do show foi quando a banda tocou um dos maiores sucessos da época, a balada "Still Loving You", que inclusive fez parte da trilha sonora da novela "Corpo a Corpo", exibido pela TV Globo durante a realização do festival. Também é bom lembrar que no mesmo show, Rudolf Schenker jogou sua Flying V pro alto e quando foi recebê-la, ela bateu na sua testa, fazendo-lhe um corte. Mas ele não parou de tocar.

Depois do Scorpions, foi a vez dos australianos do AC/DC subirem no palco. O showman Angus Young apareceu no palco solando a sua Gibson SG, antes da banda abrir o show com "Guns For Hire". Pra ter a presença confirmada no Brasil, a banda disse que não abriria mão do sino de meia tonelada, que é marretado por Brian Johnson em Hells Bells. Medina trouxe o sino de navio e na hora de coloca-lo no palco, a estrutura do mesmo não agüentou e o cenógrafo do festival fez às escondidas um sino de gesso. A banda havia interrompido as gravações do album "Fly On The Wall", que seria lançado em 85 e eles haviam lançado no ano anterior o EP "74 Jailbreak". O shows dos dias 15 e 19 foram um resquício da turnê do disco "Flick of The Switch", lançado em 1983. O baterista na época era o Simon Wright.

Tanto o Scorpions quanto o AC/DC voltariam à Cidade do Rock quatro dias depois para a verdadeiramente chamada "Noite do Metal", mas isso é uma outra história.

domingo, 14 de janeiro de 2018

Sex Pistols: em 14/01/1978 a formação original faz sua última apresentação ao vivo

Em 14/01/1978: A formação original dos Sex Pistols faz sua última apresentação ao vivo, realizada em São Francisco, CA.


FONTE: Whiplash

sábado, 13 de janeiro de 2018

Vem aí Rock Solidário 2ª Edição


Rock Solidário apresentará sua 2ª Edição dia 20 e 21 de abril na Concha Acústica de Jaboticabal-SP. Um evento beneficente em prol do Fundo Social de Jaboticabal.

Bandas

Kolt
Aminas A Trois
Vegga
Hardfour
Oitenta Noventa
2PontoZeroOficial
Vennus
PSD - Official Banda
Banda Hype
Jimmy's

20 de abril, das 18h às 22h
21 de abril, das 16h às 22h

Valor
R$15,00 cada dia (vendas a partir do dia 15/fevereiro)

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Iron Maiden: nova cerveja em parceria com ONG de soldados britânicos


O Iron Maiden anunciou uma parceria com a Robinsons Brewery para uma nova cerveja.

Intitulada Light Brigade, a nova bebida terá o teor alcoólico de 4.1% e foi criada para arrecadar dinheiro para a instituição Help For Heroes que cuida de veteranos das Forças Armadas Britânica que tiveram sua vida afetada de alguma forma após seu serviço.

Bruce Dickinson, frontman da banda e responsável pela parceria, revelou estar muito orgulhoso do trabalho:

“Eu tenho ensinado vôo para muitos soldados pela Help For Heroes então eu conheço muito bem a organização e seu trabalho.

Light Brigade é nossa interpretação de uma cerveja gold que possui os elementos de força e característica da Trooper. Na verdade, as duas cervejas se completamente muito bem.”

A cerveja Light Brigade está disponível na pré-venda AQUI e as entregas começarão no dia 01 de Fevereiro. Em supermercados e pubs do Reino Unido ela será disponibilizada a partir do dia 19 do mesmo mês.

FONTE: Wikimetal